quarta-feira, setembro 27, 2006

Um passo para Renascer

Não sei se todos leram, mas saiu no início do mês no Estadão matéria sobre os líderes da igreja Renascer envolvidos com denúncias de falsidade ideológica, estelionato, denunciados pelo Ministério Público.
(leia matéria abaixo).
E no ultimo sábado, durante um "encontrão" de grandes frentes da galera musical cristã: Min. Diante do Trono, Hillsong e o pessoal da Renascer também, algumas pessoas que estavam por lá não perderam a oportunidade de manifestar sua indignação.

Hei!!! Alguém aí estava lá segurando a faixa!??!

A MATÉRIA:

Denúncia contra fundadores da Igreja Renascer é mantida

A Fundação Renascer é acusada pela formação de uma rede de empresas que se dedicam a movimentar o dinheiro angariado por meio de estelionato ou doações de fiéis

Revista Consultor Jurídico





SÃO PAULO - O Tribunal de Justiça de São Paulo negou liminar aos fundadores da Igreja Renascer em Cristo - o apóstolo Estevam Hernandes Filho e sua mulher, Sônia Haddad Moraes Hernandes. O casal foi denunciado pelo Ministério Público por lavagem de dinheiro, estelionato e falsidade ideológica. O casal e outros réus haviam pedido ao TJ paulista, a rejeição da denúncia.

A decisão foi do desembargador, Ubiratan de Arruda, da 9ª Câmara Criminal. O mérito ainda será apreciado por uma turma julgadora. Além da denúncia, a Promotoria pediu à Justiça a decretação da prisão preventiva, mas esse pedido foi rejeitado pela Justiça. Com isso, fica mantida a decisão do juiz titular da 1ª Vara Criminal de São Paulo, Paulo Antônio Rossi, que determinou o bloqueio de cerca de R$ 46 milhões e de outros bens dos acusados.

O bloqueio de bens também atingiu outras duas pessoas ligadas à entidade, o bispo Antônio Carlos Ayres Abbud e seu irmão, Ricardo Abbud. Leonardo Abbud também foi denunciado. O despacho proíbe a movimentação de oito contas bancárias das empresas Colégio Gamaliel e Publicações Gamaliel - abertas em nome do casal Hernandes e cuja movimentação registrada entre 2000 e 2003 apontou um montante de R$ 46,4 milhões.

Com a decisão, também fica bloqueada a mansão de Estevam Hernandes em Boca Ratón, no litoral da Flórida avaliada em US$ 465 mil, uma fazenda de 45 hectares em Mairinque, a 70 quilômetros de São Paulo, comprada pela Igreja em 2001 por R$ 1,8 milhão e outra área rural, localizada em São Roque.

Investigação

De acordo com a denúncia, a Fundação Renascer atuava como organização criminosa. A entidade é acusada pela formação de uma rede de empresas que se dedicam a movimentar o dinheiro angariado por meio de estelionato ou doações de fiéis feitas diante de todo tipo de promessa.

Os acusados atuavam com estrutura hierárquica do tipo piramidal. Na posição de chefes estava o casal Hernandes. Como subchefes apareceriam Leonardo Abbud, Antonio Carlos Ayres Abbud e Ricardo Abbud. Abaixo deles apareceriam os gerentes, que seriam bispos da Igreja. Estes recebiam as ordens da cúpula e as repassavam aos “aviões”.

Eventualmente, os gerentes serviam com “testas de ferro” ou “laranjas”. Já os “aviões” são pessoas com alguma qualificação responsável pela execução de tarefas. Ao final, o Ministério Público concluiu que A Igreja Apostólica Renascer em Cristo tem 1,5 mil templos no Brasil. Fundada em 1986, ela é isenta de pagar Imposto de Renda por ser entidade filantrópica e sem fins lucrativos.

2 comentários:

Suenia Barbosa de Almeida disse...

Olá Samir, pra vc ter uma idéia não tive coragem de chegar até o final da reportagem. É cada vez menor o número do remanescente fiel, mas por outro lado é triste demais termos que nos deparar com esa realidade, não é??? Não tenho palavras pra expressar o que sinto quando vejo algo assim.. é um misto de vergonha, com indignação, tristeza, sensações nada confortáveis... Mas o que nos consola é saber que nada foge ao controle do Senhor do Universo. Amém.
Ah, e aproveito para parabenizá-lo pelo blog, nos tempinhos de folga vou procurar dar uma olhadela por aqui.
Abç
Suenia

Samir Mesquita disse...

Obrigado Suenia pela passadinha por aqui.
Você deve ter noção do quanto eu fico indignado com esses assuntos, ainda mais por tudo o que esses líderes fazem em suas igrejas. Dá nojo.
Parece aquele principio do pão e circo para os fiés, prometendo os serviços de Deus a torto e a direito.
Pelo menos a Certeza nós temos daqueles que serão conservados íntegros, aqueles que completarão a carreira guardando a fé!
Que Deus tenha misericórdia de nós!
bjão, e mais uma vez obrigado!